Participe das pré-conferências do Meio Ambiente

8 de junho de 2013
Por

 

Resíduos Sólidos

Confmeioambiente_IVO Fórum da Cidadania de Santos convida todos os representantes da sociedade civil para a pré-conferência que acontece no dia 14 de junho, às 19 horas, na Estação da Cidadania de Santos (Avenida Ana Costa, 340). Podem participar todos os associados e apoiadores do Fórum além de representantes das  Associações, Movimentos Sociais,  ONG-s,  Sociedades de Melhoramentos de Bairros,  Comunidades Religiosas e demais Cidadãos e Cidadãs da Comunidade interessados/as em contribuir para a melhoria das condições ambientais da Cidade, na perspectiva do Desenvolvimento Sustentável.

Mais informações: de segunda a sexta-feira, das 14 às 21h30, pelo telefone: 3221 2034 e e-mail: contato@forumdacidadania.org.br

Sobre a Conferência: Vamos Cuidar do Brasil – Com este lema, a Conferência Nacional do Meio Ambiente (CNMA) convoca o Brasil para debater problemas e soluções, diretrizes, ações e políticas públicas e é com a realização de conferências locais, que podem ser municipais, regionais e estaduais, que grande parte dos atores sociais podem participar da CNMA.

Voz e voto para contribuir de forma efetiva na elaboração de políticas públicas ambientais. Isso se tornou possível com a realização da Conferência Nacional do Meio Ambiente, um fórum que fez história ao tornar realidade o chamado empoderamento social aos diferentes setores da sociedade que assumem sua responsabilidade com o meio ambiente. Afinal, a definição de políticas públicas para um Brasil sustentável depende de mudanças na forma de atuação das esferas governamentais, do setor produtivo, das organizações da sociedade, chegando ao cotidiano de cada cidadão.

Para isso, é preciso rever e ampliar a nossa noção de desenvolvimento e entendê-lo como uma construção coletiva capaz de gerar qualidade de vida nas dimensões ambiental, econômica, social, cultural e ética.

Em suas edições, a conferência coloca para a sociedade temas estratégicos para o País, que visam a conservação da biodiversidade, da água, do clima e dos recursos energéticos, com vistas ao desenvolvimento sustentável, levando em consideração que é possível sim crescer sem degradar a natureza.

Sobre os delegados: Da etapa estadual saem os delegados da Conferência Nacional, o que constitui um processo de baixo para cima, respeitando equidade de gênero, 30% de delegados do setor empresarial, 5% para povos indígenas, 5% para comunidades tradicionais, 40% de ONGs e Movimentos Sociais e 20% de representantes de governos.

A conferência é um instrumento de Educação Ambiental e Democracia Participativa  e será orientada pelos seguintes temas, diretrizes do Ministério do Meio Ambiente (MMA):

1 – Desenvolvimento Sustentável

2 – Transversalidade

3 – Fortalecimento do Sistema Nacional do Meio Ambiente

4 – Controle e participação Social

 

Calendário das pré-conferências por segmento:

11/06 (terça-feira)  – Entidades de Classe, na OAB-Santos (Praça José Bonifácio, 55)

12/06  (quarta-feira) – Setor Empresarial, na Associação Comercial de Santo (Rua XV de Novembro, 137)

13/06 (quinta-feira)  – Comunidade Acadêmica, na Unimonte  (Rua Comendador Martins, 52)

14/06 (sexta-feira) – Sociedade Civil, na Estação da Cidadania (Avenida Ana Costa, 340)

 

Etapa Municipal:  dia 29 de junho, das 8h às 12h, no auditório da CPFL (Praça dos Andradas, 31, Centro Histórico). Realização da Prefeitura de Santos, por meio da Semam (Secretaria do Meio Ambiente).

O credenciamento ocorre sempre às 18h30 e a programação inicia às 19 horas. Na pauta: produção e consumo sustentáveis; impactos ambientais; geração de empregos, trabalho e renda, e educação ambiental.

As pré-conferências são necessárias para a legitimar a conferência municipal e é também um pré-requisito para as etapas estadual e nacional.

Confema

Etapa Estadual:  de 20, 21 e 22 de setembro de 2013

Etapa Nacional: de 24 a 27 de outubro de 2013.

Tags: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Eca na Escola

História